farinhas low carb

Farinhas Low Carb: saiba como incluí-las na sua dieta

Você conhece as opções que existem de farinhas low carb? Naturais, estas farinhas podem trazer mais qualidade e saúde para as suas refeições, e ainda podem ser suas aliadas na perda de peso! 

As farinhas low carb são feitas a partir de carboidratos complexos. Isso prolonga o tempo da digestão, faz com que o corpo absorva menos glicose e mantém a sensação de saciedade por mais tempo, promovendo condições para que ocorra a queima do estoque de gordura do corpo.

Confira a seguir quais são as principais farinhas low carb, como utilizá-las e quais os seus benefícios.

Alimentação low carb

Certamente, você já ouviu falar muitas vezes sobre a alimentação low carb, que propõe a redução da quantidade de carboidratos ingeridos. Para aderir a essa dieta, não é recomendado cortar totalmente o consumo de carbos, mas, ainda assim, para muitas pessoas é extremamente difícil ficar sem consumir pães, bolos e outros alimentos cujo preparo convencional é feito com farinha de trigo.

A melhor solução é contar com as farinhas low carb para fazer substituições saudáveis. Além da baixa quantidade de carboidratos, essas farinhas alternativas são isentas de glúten e ricas em fibras.

Como usar as farinhas low carb?

Você vai perceber que o preparo das farinhas low carb é bastante simples! Se optar por ainda mais praticidade, você as encontra prontas para comprar em lojas de produtos naturais. Para um bom armazenamento, mantenha a farinha guardada em um pote escuro no armário ou na geladeira.

Uma dica é consumir as farinhas low carb acompanhadas de alimentos como iogurte, frutas, feijão ou vitaminas. Elas também podem ser utilizadas como substitutas da farinha branca em receitas de biscoitos, cookies, pães, nuggets, panquecas e outras massas.

Farinha de Amêndoas

As farinhas de oleaginosas são fontes de gordura mono e poli-insaturadas que auxiliam na diminuição do LDL-colesterol, agindo na prevenção de doenças cardiovasculares. Este é o caso da farinha de amêndoas, uma das mais populares atualmente. A farinha é rica em proteína, vitamina E e antioxidantes, além de ser isenta de glúten e conter fibras que colaboram para a saciedade e para o controle glicêmico.

Há outros tipos de farinhas oleaginosas, como por exemplo: farinha de nozes, farinha de castanha de caju, farinha de castanha do pará e farinha de amendoim.  

Como preparar?

1. Mergulhe as amêndoas em água quente para facilitar a remoção da pele
2. Leve-as para o forno, em baixa temperatura, somente para secar. Cuide para não torrar!
3. Espere esfriar
4. Bata no liquidificador até virar uma farinha

Farinha de Banana Verde

Fonte de vitamina C e cálcio, essa farinha é rica em um composto conhecido como amido resistente. Trata-se de uma substância que resiste ao processo de digestão e proporciona benefícios como o estímulo à energia, o combate à inflamação e a melhora do trânsito intestinal. O amido resistente pode auxiliar na prevenção de muitas doenças e também na perda de peso, uma vez que atua na diminuição da absorção de gorduras e no controle da glicose no sangue.

Para as mulheres, a farinha de banana verde tem um benefício a mais: o alívio dos sintomas da TPM. Isso porque a banana é rica em vitamina B6 e triptofano, nutrientes essenciais para a síntese do neurotransmissor serotonina, que promove a sensação do bem-estar (leia mais sobre os alimentos associados ao bom humor e à felicidade aqui).

Como preparar?

1. Corte as bananas verdes em rodelas
2. Leve ao forno em temperatura baixa e deixe assar até que fiquem bem secas
3. Espere esfriar
4. Bata no liquidificador até formar uma farinha

Farinha de Linhaça

A linhaça reúne uma série de nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, com destaque para a riqueza em Ômega 3. Este ácido graxo atua no controle do colesterol e dos triglicérides. Além disso, a farinha de linhaça oferece uma boa quantidade de fibras, proteínas, minerais e vitaminas.

Como preparar?

1. Coloque as sementes de linhaça dourada no liquidificador e bata até formar uma farinha

Farinha de Coco

Essa é outra farinha popular quando o assunto é alimentação low carb. A farinha de coco é bastante nutritiva. Apresenta fibras, proteínas e carboidratos em pequena proporção. Possui também ácidos graxos que ajudam a acelerar o metabolismo, aumentando a queima de gordura estocada no corpo. Pela grande quantidade de fibras, um dos grandes benefícios da farinha de coco é manter o organismo saciado por mais tempo com uma quantidade menor de alimento.

Como preparar?

1. Escorra o bagaço do coco
2. Leve ao forno em temperatura média por cerca de 3 horas, até que fique bem dourado
3. Deixe esfriar
4. Bata no liquidificador até que se torne uma farinha fina

Farinha de Maracujá

É uma boa opção para usar em receitas que não precisam ir ao forno. Pode ser colocada em iogurtes, dissolvida em sucos, polvilhada nas frutas ou sobre os alimentos em geral. A farinha de maracujá é muito rica em fibras. Há pessoas que consomem 1 colher de sopa da farinha, dissolvida em 1 copo de água, 30 minutos antes das refeições para aumentarem a sua saciedade. Além disso a farinha age no controle do colesterol e da glicemia.

Como preparar?

1. Corte os maracujás ao meio e retire bem a polpa, pois a farinha será feita da casca
2. Coloque-os em uma assadeira e leve ao forno em temperatura média por meia hora
3. Espere esfriar
4. Bata no liquidificador até obter uma farinha
5. Peneire se achar necessário

Viu como é fácil preparar as farinhas low carb na sua casa? Agora você pode fazer várias receitinhas substituindo a farinha branca, pobre em nutrientes, por um dessas farinhas alternativas. Inclua na sua rotina alimentar o que te faz bem!

Entenda por que as dietas restritivas podem acabar com o seu humor
5 passos para quem quer começar uma reeducação alimentar

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *