Alimentação saudável frozen diet

Como a alimentação saudável pode transformar a sua qualidade de vida

Comer bem é uma das melhores formas de garantir qualidade de vida. Uma alimentação balanceada, rica em nutrientes, é o que faz o organismo funcionar adequadamente e impacta não só na forma física das pessoas, mas também na saúde mental e emocional.

A longo prazo, as boas escolhas alimentares podem proporcionar mais anos de vida, e há muitos outros benefícios que podem ser observados em pouco tempo.

Confira quais são os motivos pelos quais você deve mudar seus hábitos e colocar mais saúde sobre a sua mesa:

Previne doenças

O tipo de comida que se ingere diariamente está associado ao desenvolvimento de doenças, como o câncer, doenças cardíacas, obesidade, anemia, diabetes e hipertensão.

Seguir uma alimentação saudável, evitando alimentos repletos de açúcares, gorduras saturadas e sódio, ajuda a combater essas doenças e beneficia o sistema imunológico. Proteínas, vitaminas e minerais são os principais grupos que ajudam na produção de células de defesa, prevenindo gripes e resfriados.

Aumenta a disposição

Os alimentos são fonte de energia, especialmente os carboidratos, macronutrientes essenciais para a saúde. Além das massas e tubérculos, é preciso consumir boas quantidades de frutas, legumes e verduras, pois estes possuem vitaminas energéticas na sua composição.

Comer de forma equilibrada melhora o vigor para encarar as tarefas do dia a dia. Cansaço, insônia, mau humor e desconfortos musculares que afetam a disposição, como dores nas costas e nas pernas, podem ser sinais da má alimentação.

Melhora o raciocínio

Você sabia que a alimentação influencia a sua capacidade de concentração e de aprendizado? Tudo que ingerimos pode interferir no humor, no pensamento, na memória, no envelhecimento celular e em outras funções cerebrais.

Uma alimentação colorida e variada pode fornecer os nutrientes necessários para manter o cérebro ativo e saudável. Alguns alimentos específicos favorecem o bom funcionamento neurológico, como por exemplo ovos, peixes, leite e derivados, vegetais verde-escuros, linhaça e leguminosas (feijão, lentilha, soja).

Equilibra os hormônios

A alteração hormonal pode causar muitos incômodos, já que os hormônios são responsáveis por manter em equilíbrio as funções naturais do corpo. São eles que regulam crescimento, desenvolvimento, reprodução e, no quesito boa forma, podem determinar o ganho ou perda de quilos.

Os hormônios exercem essa influência porque levam ao cérebro a mensagem de que estamos satisfeitos após uma refeição, ou de que é preciso produzir insulina para quebrar as moléculas de açúcar.

Certos alimentos têm a capacidade de moderar os níveis hormonais. Consumir alimentos com ômega-3, magnésio e proteínas pode a ajudar a reduzir os níveis de cortisol, por exemplo, que é o hormônio relacionado ao estresse.

Retarda o envelhecimento

O que se come tem tudo a ver com a aparência e com a expectativa de vida. Consumir diariamente legumes, frutas (especialmente as cítricas), verduras e oleaginosas é uma forma de obter antioxidantes que combatem os radicais livres no organismo, amenizando o surgimento de manchas de pele, linhas de expressão e rugas, além de proporcionar mais saúde e bem-estar.

Alimentos com betacaroteno, tais como cenoura, mamão, abóbora, damasco seco e batata-doce, são importantes fontes de vitamina A. Já as castanhas, nozes e amêndoas conferem vitamina E ao corpo. Por sua vez, as frutas cítricas e os vegetais de cor verde-escura apresentam vitamina C, compondo, em combinação com minerais como o magnésio e o zinco, os principais nutrientes antioxidantes.

Com esses alimentos na dieta, o corpo fica protegido contra o envelhecimento celular.

Elimina o excesso de peso

Apostar na comida de verdade é fundamental para atingir seus objetivos de emagrecimento e manter um peso saudável. Entenda por alimentação de verdade aquela que prioriza comidas mais naturais e em que há uma preocupação em reduzir a presença dos processados e ultraprocessados nos pratos bem como nos lanches.

Para se livrar dos quilinhos a mais, não adianta ficar pensando apenas na quantidade de calorias dos alimentos. O ideal é escolher refeições saudáveis e equilibradas, que forneçam todos os nutrientes necessários ao organismo.

Além disso, vale cortar da dieta produtos que contêm doses nocivas de açúcar, gordura, sódio e diversos aditivos químicos que, ao ler o rótulo, nem sabemos o que significa – conservantes, corantes, espessantes, aromatizantes, acidulantes, entre outros.

Veja também: você sabe o que é kefir e como ele ajuda na sua saúde?

7 petiscos saudáveis para comer sem culpa
Jejum intermitente: mitos e verdades da dieta que está na moda

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *